Quem acompanha o blog já deve ter percebido … eu dei uma sumidinha!

Sim, confesso. Achei que conseguiria ser uma super mulher, mas não consegui. Por mais regrada e disciplinada que seja, não consegui dar conta de duas atividades tão intensas.

Continuo participando de eventos, postando fotos no Instagram, aparecendo no Stories, mas, de fato, não consegui mais postar dois vídeos por semana no Youtube e também não consegui mais escrever por aqui.

E existem duas (talvez três) razões para isso e que eu realmente gostaria de explicar para vocês:

1-) Eu e minha cunhada estamos abrindo uma franquia! Sim, bloggar é maravailhoso e eu acredito muito no futuro da internet. Gosto muito da independência, das formas alternativas de se ganhar dinheiro e se viver, mas, eu sempre quis ter o meu negócio, sempre falei isso por aqui. Aliás, foi para ter meu negócio que eu larguei a carreira corporativa. E negócio no sentido empresarial da coisa mesmo, administrativo puro. Saber gerenciar pessoas, pagar contas, saber abrir um CNPJ, lidar com cliente e por ai vai.

Mas Sabrina, ter um blog não é ter um negócio? É! Mas, além de ser estruturalmente muito mais simples e depender mais de parceiros do que de funcionários, ainda é um negócio que depende demais demais (ênfase no demais) de minha imagem e, isso pode não ser muito legal em um futuro próximo.

Será que eu vou querer mostrar minha cara para sempre? Será que eu vou querer mostrar uma possível gravidez? Meu filho? Minha casa? Meu problemas futuros? Ter um segundo negócio, mais estável, menos exigente de minha imagem faz todo sentido em minha cabeça.

Outro ponto:  financeiro!

Sejamos sinceros, a gente não sabe até onde essa “moda” vai. Quero que dê muito certo e que um dia isso seja um grande portal de moda e beleza, mas a internet muda muito rápido e isso me dá um pouco de medo…então, por que não ter algo mais sólido? Ou, pelo menos algo que me dê esse alívio na consciência para conseguir seguindo?

Fato é, eu sempre amei Lingerie (quem me conheçe sabe disso). E por isso, decidi me realizar também nessa área. E depois de muita pesquisa, dúvida e etc…  Piracicaba, estamos chegando com a INTIMISSIMI por ai!!!

Esses últimos dois meses tem sido muito muito muito intensos com a loja (Deus, como é difícil ter um negócio) e decidi focar nela para que seja muito bem aberta e possa ser um sucesso sem depender tanto de mim.

2-) Eu podia estar escrevendo? Com certeza poderia. Apesar da rotina intensa com a loja, tive uma ou duas horas de folga todos os dias em que eu poderia estar aqui escrevendo.

Mas, algumas coisas aconteceram que deixaram meio “assim”. Sabe quando você perde o desejo por algo? Mesmo muito amando aquilo?

Não que eu tenha desistido de nada por aqui, mas a gente vê tanto tanto conteúdo ruim na Internet bombando ou, vê tanta gente fazendo a mesma coisa que você faz, que chega um momento que você pensa: Pera ai, eu estou fazendo o que eu amo ou estou fazendo mais do mesmo?

Talvez eu esteja fazendo mais do mesmo, talvez eu não consiga ser engraçada o suficiente para a Internet, ou sexy o suficiente, ou rebelde o suficiente, não sei… a impressão que eu tive nos últimos meses é que eu não sai do lugar, e isso me deixou triste.

Como se diferenciar no meio de tanta coisa igual? Como ser autêntica sem ser forçada? Sem fazer vídeo de torta na cara? Será que é isso que a gente tem que fazer para ter milhões de views? Eu acredito em um conteúdo mais real, mais intimista, mais verdadeiro, mas sinto que não é isso que a internet quer. As vezes sinto que estou falando sozinha, por mais que eu saiba através de todos os números das redes sociais e sites que eu não estou…

Será que pagar de modelo no Instagram com 30 tipos de roupas diferentes – que eu jamais usaria na vida real – é ser blogueira? É isso que a gente vê fazendo sucesso por ai, e isso cansa. Aquela busca pela foto branca ideal, sem um defeito, com cores azuladas e aspecto profissional, isso também desgasta muito e faz a naturalidade no negócio acabar…

Bom, andei um pouco desanimada, desacreditada e percebi algumas realidades que eu não sei se são as que eu quero para minha vida.

Seria o momento de voltar a ter o blog como um hobbie? Não sei, talvez.

Mas, decidi voltar ao que eu gosto, fazer review de produtos, lugares, viagens e etc. E é assim que o blog vai tocar nos próximos meses, sem notícias para chamar views, sem mais do mesmo (sabe aquele post padrão com o look das celebridades depois do Oscar…não vai ter por aqui, a não ser que eu ache um real motivo/identificação com o assunto).

Apenas conteúdo original e autoral, íntimo, vivenciado mesmo. Assim, meu prazer por escrever continua, o site não morre e conseguimos voltar com a corda toda depois que a loja estiver rodando sozinha.

Por enquanto, peço um pouco de paciência, o site NÃO MORREU! O Youtube não morreu, eu estou por aqui, apenas em um ritmo um pouquinho menor. Mas sempre a disposição para conversar e esclarecer qualquer dúvida que tenham ou que eu possa ajudar.

Ah, qual a terceira razão? Eu ainda não me mudei, e a casa ainda está tomando um tempo considerável de minha vida (SOCORRO) – mas isso é cena de um próximo capítulo.

Um super beijo!

Sabrina