Quando pensamos em um tratamento de rejuvenescimento, logo nos vem à mente aquela imagem de rosto todo descamado, avermelhado e inchado, não é mesmo?

Tratamentos como peeling profundo e laser realmente costumam gerar esses inconvenientes no pós procedimento, pois removem a camada mais externa da pele, necessitando de alguns dias de afastamento das nossas atividades cotidianas para que a pele se recupere.

Não é sempre que estamos dispostas ou podemos passar por tudo isso, por este motivo a maior tendência atual na estética são justamente tratamentos menos invasivos, que não oferecem grandes riscos de complicações nem nos obrigam a mudar a rotina.

O tratamento mais buscado pelo excelente resultado e rápido retorno às atividades cotidianas tem sido o microagulhamento.

No microagulhamento, utilizamos uma série de agulhas super fininhas e estéreis (claro) para perfurar a pele. Durante a recuperação dessas microlesões a pele produz colágeno e, por consequência, se torna mais firme. Assim, diminuímos rugas e linhas de expressão, reduzimos cicatrizes de acne e também o tamanho dos poros.

Como as agulhas apenas penetram na pele sem remover a camada externa, a recuperação é muito rápida. No dia posterior ao procedimento o paciente já pode ter sua rotina normal. Alguns cuidados são necessários nos primeiros dias, como uso diário de filtro solar FPS30 no mínimo (aguardar 4h após o procedimento para aplicar), evitar o uso de ácidos e maquiagem nas primeiras 24h.

Existem duas formas de aplicação do microagulhamento. A mais comum é com a utilização de um rolinho contendo cerca de 500 microagulhas, com resultados muito satisfatórios. Dermarol

ler
dermaroller

Porém, um novo método de aplicação vem conquistando o coração dos apaixonados por tratamentos estéticos.

Também conhecida como microlifting, nesta técnica utilizamos um equipamento chamado dermógrafo (o mesmo utilizado para fazer a micropigmentação de sobrancelhas). O equipamento tem um cartucho de agulhas específico para este tratamento e a diferença é que  as agulhas entram e saem da pele centenas de vezes por segundo. Microlifting

microlifting

Este método é considerado melhor devido ao fato de que as agulhas penetram na pele verticalmente, sem causar danos desnecessários na hora de entrar em sair por ângulos diferentes. Isso torna o tratamento mais seguro, menos dolorido e com a recuperação ainda mais rápida.

Outra vantagem desse método é que podemos focar áreas pequenas, como o bigodinho chinês, cicatrizes e marcas de acne.

Com o microlifting podemos colocar no fundo da pele as substâncias ativas dos dermocosméticos, alcançando resultados muito maiores já que a barreira da pele é facilmente penetrada com essa técnica.

As principais indicações para o microagulhamento/microlifting são rejuvenescimento e redução de rugas e linhas de expressão,  tratamento de cicatrizes de acne com um resultado excelente (o melhor tratamento para esses casos na minha opinião), estrias também com resultado incrível, redução da flacidez da pele e do tamanho dos poros. É um grande aliado no tratamento de manchas, por colocar os ativos clareadores lá no fundo da pele e também na terapia capilar onde a introdução de fatores de crescimento pelas agulhinhas estimulam os cabelos a nascerem novamente e ficarem mais fortes.

O tratamento é contra indicado em caso de infecções na pele, acne ou herpes ativa, assim como em gestantes e peles muito sensíveis, com rosácea ou queimaduras solares. Quem está usando corticóides ou Isotretinoina (Roacutan) deve esperar o final do tratamento para depois iniciar o micro.

O tamanho das agulhas pode variar de acordo com a necessidade de cada pele. Porém o microlifting é normalmente feito com a profundidade de 0,50mm onde já alcançamos a melhora significativa na produção de colágeno e os ativos usados tem seu efeito garantido.

A quantidade de sessões e espaçamento entre elas também varia um pouquinho em cada caso. Mas na maioria das vezes recomendamos de 3 a 5 sessões com um intervalo de 21 dias entre elas.

Para agulhas maiores de 2,0mm a recomendação é de que se aguarde 6 meses para uma nova aplicação. É importante saber que nesse caso já se torna um procedimento invasivo e apenas médicos podem fazer o microagulhamento utilizando esse tamanho de agulhas, ok meninas?

Os resultados podem ser vistos logo após a primeira sessão e em 3 semanas a pele já melhora drasticamente!

Microagulhamento antes e depois:
antes-e-depois-microagulhamento

Microagulhamento dói?

Tudo varia de acordo com o tamanho das agulhas, é claro. O incomodo é bem pequeno se comparado ao laser, principalmente quando usamos a técnica do microlifting onde as agulhas são super fininhas e entram na pele apenas em uma direção com profundidade de 0,5mm. Praticamente não há sangramento, apenas uma vermelhidão que é passageira, podendo durar no máximo 48h. Mas na maioria dos casos a pele  já está completamente recuperada no dia seguinte ao tratamento. Aí é vida normal e pele linda!

Super beijo e até a próxima #DicaDaEsteticista!

microagulhamento antes e depois, o que é microagulhamento, microagulhamento preço, microlifting

____________

contato@talisteiner.com.br
facebook.com/talisteiner